Revolução rennista

Em 26 de janeiro de 1959, o G. E. Renner foi alvo de mais uma reportagem especial, dessa vez na Gazeta Esportiva de São Paulo. Nessa matéria, assinada por Orlando Duarte, foi destaque a revolução que o time estava provocando no futebol gaúcho. Tal transformação era resultado do investimento do clube nos jovens jogadores. OsContinuar lendo “Revolução rennista”

O início de um ano promissor

As últimas partidas do Campeonato Metropolitano de Porto Alegre de 1958 foram disputadas apenas no início do ano seguinte. A equipe do Renner, recheada de novos talentos, conquistou um honroso terceiro lugar na competição, ficando atrás apenas do Grêmio (campeão) e do Internacional. As atenções, após o término do campeonato, se voltaram para o calendárioContinuar lendo “O início de um ano promissor”