Craque é craque

Não fazia muito que tinha começado a partida contra o Internacional quando Breno Mello sentiu uma fisgada no posterior da coxa. A peleia, disputada no Estádio Tiradentes em 05 de agosto, era importantíssima para as pretensões do Renner naquele Campeonato Citadino de 1956. A disputa pela liderança do campeonato estava palmo a palmo com aContinuar lendo “Craque é craque”