Os 3 mosqueteiros

Orlando, Valdir e Paulistinha (Foto Reprodução / Acervo Memorial)

Orlando, Valdir e Paulistinha formaram o melhor conjunto de defesa já visto nas dependências do G. E. Renner. O êxito do trio teve origem nos gramados do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense, esquadrão que Paulistinha e Orlando defenderam antes de serem contratados pelo time dos industriários.

No time gremista, a dupla de zaga já se mostrava implacável. Além de demonstrar uma saída de bola que exalava confiança, os jovens zagueiros ainda eram capazes de cortar bolas dificílimas alçadas na área e bloquear quase a totalidade dos avanços dos atacantes adversários. Tamanho entrosamento encantava a todos. Selviro Rodrigues, entre eles. O treinador do Renner, quando percebeu a habilidade dos craques em campo, não teve dúvidas, e solicitou a contratação dos jovens aos dirigentes rennistas. E assim foi feito.

Em 1952 chegou Paulistinha e, no ano seguinte, Orlando. Assim que a dupla se reencontrou, a parceria se reestabeleceu. A partir de então, além do disciplinado e atento goleiro Valdir de Morais, o time rennista passou a contar com dois grandes zagueiros. O “trio final” estava formado e o sucesso alinhavado.

Com os três craques em campo, as conquistas rennistas foram muitas: um campeonato citadino, um campeonato estadual, um torneio extra e, também, dois vice-campeonatos citadinos, comemorados como verdadeiros títulos. Os méritos eram de todo o plantel do G. E. Renner, mas é certo que o sucesso do time começava pelos fiéis protetores da meta rennista.

Pra completar, e reforçar o vínculo que se estabelecia entre eles, os três viviam juntos. Como bons companheiros, e verdadeiros amigos, além de serem vistos nos treinos e jogos do time dos industriários, Orlando, Valdir e Paulistinha ainda eram rotineiramente encontrados juntos em restaurantes, cinemas, eventos e clubes do 4º distrito de Porto Alegre. Não à toa, foram apelidados pela imprensa de 3 mosqueteiros. A parceria extra-campo reforçava o vínculo em campo. E o resultado não poderia ser diferente: sucesso total.

Paulistinha, Valdir e Orlando, os 3 mosqueteiros rennistas (Foto Reprodução / Acervo Memorial)

Publicado por rennervive

Uma página dedicada ao Grêmio Esportivo Renner (1931-1959)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: